shadow

Saúde sexual e cuidados de afirmação de gênero

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br



Pessoas LGBTQ + são frequentemente consideradas um grupo coeso, mas a orientação sexual e a identidade de gênero são diferentes. A orientação sexual descreve com quem uma pessoa prefere ter uma intimidade sexual. A identidade de gênero, por outro lado, descreve seu senso de si mesmos como masculino, feminino ou de outro gênero. Pessoas transgênero e outras pessoas com diversidade de gênero (TGD), cuja identidade de gênero não está alinhada com seu sexo registrado no nascimento, podem ter qualquer orientação sexual. (O mesmo é verdade, é claro, com pessoas cisgênero, cuja identidade de gênero se alinha com seu sexo registrado no nascimento.)

O que é saúde sexual?

Saúde sexual é um conceito que vai além da prevenção da gravidez e das infecções sexualmente transmissíveis. A Organização Mundial da Saúde descreve isso como “a possibilidade de ter experiências sexuais prazerosas e seguras, sem coerção, discriminação e violência”. Isso não é garantido para muitas pessoas, principalmente pessoas TGD, que enfrentam maiores riscos de discriminação e violência interpessoal, inclusive em seus relacionamentos íntimos.

Esta postagem do blog discute dois aspectos da saúde sexual: como certos tipos de cuidados que afirmam o gênero podem afetar a sexualidade e a fertilidade.

A afirmação de gênero por meios médicos ou cirúrgicos pode afetar sua sexualidade?

A experiência vivida de cada pessoa TGD é única, assim como suas abordagens para a afirmação de gênero. Enquanto algumas pessoas podem optar por afirmar seu gênero apenas socialmente, ou não, outras usam uma variedade de procedimentos médicos e cirúrgicos para fazer isso. Algumas pesquisas mostram que os cuidados de afirmação de gênero, quando acessíveis e desejados, podem reduzir o sofrimento e tornar mais fácil viver em um mundo às vezes hostil.

Leia Também  Atualizações ao vivo do Coronavirus: NPR

As pessoas têm maior probabilidade de desfrutar da intimidade com outras pessoas quando estão mais felizes e se sentem confortáveis ​​com sua própria pele. Aqueles que optam por buscar cuidados de afirmação de gênero podem descobrir que isso afeta sua sexualidade de maneiras positivas e negativas. Os exemplos abaixo falam de ambas as possibilidades, embora seja melhor discutir a gama de opções disponíveis para você com um médico que forneça cuidados de afirmação de gênero, se você estiver se perguntando sobre sua própria situação.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
  • Terapia hormonal de afirmação de gênero (GAHT) que inclui testosterona foi associado a um aumento no desejo sexual. Ainda assim, a terapia com testosterona pode causar atrofia vaginal, que pode causar dor ou desconforto sexual. Para indivíduos transfemininos, as terapias destinadas a reduzir a testosterona podem diminuir o desejo sexual e também podem diminuir ou eliminar as ereções espontâneas. Isso pode ou não ser visto como uma mudança positiva.
  • Procedimentos cirúrgicos de afirmação de gênero também têm vários benefícios e desvantagens para a saúde sexual. Pessoas transmasculinas que fazem cirurgias torácicas podem sentir menos ou nenhuma sensibilidade nos mamilos, mas descobrem que sua função sexual geral aumenta – possivelmente tornando a pessoa mais confortável quando os parceiros vêem e tocam seus tórax. A vaginoplastia reestrutura a cabeça do pênis em um clitóris e cria uma cavidade vaginal. Em um estudo com 119 pacientes com vaginoplastia, 90% das pessoas transfeminadas que fizeram a cirurgia relataram que ainda eram capazes de ter um orgasmo, e 75% disseram que seus orgasmos eram iguais ou mais intensos do que antes. No entanto, sua experiência de excitação pode ser bem diferente.
Leia Também  Reconhecer e tratar a depressão pode ajudar a melhorar a saúde do coração - Harvard Health Blog

Diferentes técnicas podem ser usadas para criar um neofalo, uma estrutura que se assemelha e serve como um pênis. Durante uma faloplastia, o clitóris é embutido na base do pênis, o que permite a sensação sexual. Muitos cirurgiões também prendem um dos nervos clitoriais ao retalho. Com a metoidioplastia, o clitóris aumentado de tamanho hormonal, usado como corpo do pênis, mantém sua sensibilidade e função erétil natural, mas a maioria das pessoas não tem comprimento suficiente para se envolver na penetração sexual. Em ambos os casos, a pesquisa sugere que a maioria das pessoas é capaz de atingir o orgasmo após a cirurgia, mas a metoidioplastia geralmente não é recomendada para pacientes que desejam ter a capacidade de ter penetração sexual.

Se você deseja fazer uma cirurgia genital, conte ao seu cirurgião sobre seus objetivos sexuais, bem como seu interesse em outros aspectos da cirurgia (como ser capaz de ficar em pé para fazer xixi).

Hormônios que afirmam o gênero e sua fertilidade

Se você está interessado em ter filhos geneticamente ligados a você, é melhor discutir sobre fertilidade com seus médicos antes de iniciar o tratamento com hormônios que afirmam o gênero. GAHT geralmente reduz, mas não elimina, a fertilidade.

  • Pessoas transmasculinas demonstraram ser capazes de produzir óvulos viáveis ​​mesmo após anos de tratamento com testosterona, levando a gestações planejadas ou não. Pequenos estudos de caso relataram pessoas transmasculinas que optaram por interromper o tratamento com testosterona para engravidar e dar à luz. A frequência com que a ovulação ocorre em pessoas que tomam testosterona de forma consistente ainda não é bem compreendida.
  • Pessoas transfemininas também podem produzir espermatozoides viáveis ​​após longos períodos com estrogênio. Com que frequência isso acontece não está claro.
Leia Também  Effect size reporting among prominent health journals: a case study of odds ratios

No entanto, se você fizer a transição após a puberdade e quiser preservar os óvulos ou esperma, geralmente é mais fácil fazer isso antes de iniciar o tratamento hormonal, se esse atraso for tolerável.

Lembre-se também de que os hormônios que afirmam o gênero não devem ser considerados métodos anticoncepcionais e que todos devem estar atentos às infecções sexualmente transmissíveis. Além disso, os médicos recomendam que indivíduos transmasculinos que ainda têm útero e ovários usem um método confiável de controle de natalidade se fizerem sexo de maneiras que possam causar gravidez, mesmo que o uso de testosterona tenha eliminado a menstruação. Indivíduos transfemininos que ainda podem ejacular podem engravidar alguém e devem discutir essa possibilidade com os parceiros relevantes. Converse com sua equipe médica sobre o que é melhor para você.

O post Saúde sexual e cuidados de afirmação de gênero apareceu primeiro no Harvard Health Blog.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *