shadow

AVCs são mais mortais quando atingem pacientes com COVID

AVCs são mais mortais quando atingem pacientes com COVID
cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Por Steven Reinberg

HealthDay Reporter

SEXTA-FEIRA, 22 de maio de 2020 (HealthDay News) – O COVID-19 não aumentou o risco de derrame, mas quando um derrame ocorre é mais provável que seja fatal, segundo um novo estudo.

Segundo os pesquisadores, menos de 1% dos pacientes hospitalizados por COVID-19 sofrem um derrame. Mas eles também descobriram que as pessoas com COVID-19 que sofrem um derrame têm sete vezes mais chances de morrer do que as pessoas que sofreram um derrame, mas não estão infectadas com o COVID-19.

“Nosso estudo sugere que o AVC é uma complicação incomum, mas importante, do coronavírus, já que esses AVCs são mais graves quando comparados aos AVCs ocorridos em pacientes que tiveram resultado negativo para o vírus”, disse o pesquisador principal Dr. Shadi Yaghi em uma notícia da Universidade de Nova York. lançamento. Ele é professor assistente no departamento de neurologia da NYU Grossman School of Medicine, em Nova York.

Para o estudo, Yaghi e sua equipe identificaram 32 pacientes com AVC entre mais de 3.500 em tratamento para o COVID-19 nos hospitais da NYU entre 15 de março e 19 de abril.

Eles compararam esses pacientes com pacientes com AVC sem o vírus. Os pesquisadores descobriram que pacientes com AVC com COVID-19 apresentavam sintomas mais graves do que aqueles sem o vírus. Durante o período do estudo, 63% morreram, em comparação com 9% daqueles sem o vírus e 5% daqueles que tiveram um derrame antes da pandemia.

Essas descobertas aumentam a evidência de que o COVID-19 está associado a um risco aumentado de coagulação, que pode desencadear um derrame, disseram os pesquisadores.

“Nossas descobertas fornecem evidências convincentes de que a coagulação sanguínea generalizada pode ser um fator importante que está levando ao derrame em pacientes com COVID-19”. co-autor do estudo, Dr. Jennifer Frontera, professora do departamento de neurologia da NYU.

Leia Também  Na Índia, muçulmanos são atacados e responsabilizados por espalhar o coronavírus: NPR

“Os resultados apontam para o anticoagulante, ou terapia para afinar o sangue, como um meio potencial de reduzir a gravidade incomum de derrames em pessoas com o coronavírus”, acrescentou Frontera no comunicado.

O relatório foi publicado em 20 de maio na revista Derrame.

Notícias WebMD da HealthDay

Fontes

FONTE: NYU Grossman School of Medicine, comunicado de imprensa, 20 de maio de 2020

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br



Direitos autorais © 2013-2020 HealthDay. Todos os direitos reservados.



cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *